top of page

O Símbolo do Karma


Por Michel D’ Alberti

Terapeuta Holístico, Espiritualista, Estudante das tradições espiritualistas e Missionário da Era Branca.


O símbolo do Karma ou também conhecido como "nó infinito", "nó sem fim" ou "nó eterno", é um antigo símbolo que tem sido usado em várias culturas e tradições espirituais ao longo dos séculos, incluindo o Budismo. No Budismo, o nó infinito é conhecido como "shrivatsa" em sânscrito ou "palbeu" em tibetano. Este símbolo é visualmente representado por um laço ou nó que parece não ter começo nem fim, formando um padrão contínuo. Esse design contínuo é altamente simbólico no Budismo e representa várias interpretações espirituais:

  1. Interconexão e interdependência: O nó infinito simboliza a interconexão e interdependência de todas as coisas no universo. Nada existe em isolamento, e todos os fenômenos estão interligados de forma complexa. Assim como o nó não tem início nem fim, as causas e efeitos de nossas ações estão entrelaçados e afetam uns aos outros, criando um ciclo interminável de consequências.

  2. Eternidade e ausência de tempo: O nó infinito representa a natureza eterna do universo e a ausência de tempo linear. No Budismo, a ideia de que tudo é impermanente (Anicca) é fundamental, mas além das mudanças e impermanência, há uma dimensão intemporal e eterna que transcende o ciclo de nascimento e morte.

  3. Sabedoria e compaixão: O símbolo do nó infinito também pode representar a união de sabedoria (conhecimento profundo) e compaixão (amor altruísta) no caminho espiritual budista. Esses dois atributos são essenciais para alcançar a iluminação e beneficiar a todos os seres sencientes.

  4. Harmonia e equilíbrio: O padrão equilibrado e contínuo do nó infinito pode representar a harmonia e o equilíbrio entre as forças opostas que existem no mundo e dentro de nós mesmos. O Budismo ensina a importância de equilibrar as qualidades mentais, emocionais e comportamentais para alcançar a paz interior e a iluminação.

É importante ressaltar que a interpretação do símbolo do nó infinito pode variar em diferentes tradições budistas e até mesmo entre mestres individuais. No entanto, esses são alguns dos significados essenciais associados a esse símbolo no Budismo. Como em muitos símbolos espirituais, a compreensão profunda desses conceitos requer estudo, prática e reflexão dentro do contexto mais amplo da filosofia e prática budista. Namaste.


Respeitadas as previsões legais com base na LGPD e direitos da propriedade intelectual informamos que o texto do colaborador não representa a opinião da Instituição.

74 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page