KRISHNA JANMASTHAMI (O aparecimento de Krishna) A VERDADE ABSOLUTA Parte I


Por Ramaputra das

Sacerdote, Empresário e Escritor.

Residente na Comunidade Nova Gokula.


No proximo dia 19 de agosto de 2022 comemoraremos em todo planeta o aparecimento transcendental do Senhor Krishna de acordo com o calendario lunar. Krishna aparece assim como o sol. As vezes dizemos que o sol nasceu, porém, o sol nunca nasce ou morre. Ele apenas parece e no fim do dia fica oculto entre as nuvens. Similarmente, o Senhor Krishna nunca nasce, mas aparece por sua livre vontade e no tempo certo desaparece ficando oculto aos olhos do homem comum.

O Senhor Krishna fala de si mesmo na Bhagavad Gita e de Sua posição Divina ao aparecer neste mundo nos textos em destaque abaixo:

“Aquele que assim conhece de verdade do Meu nascimento e Meus feitos divinos, jamais renasce ao deixar o corpo, senão que vem a Mim, Arjuna.” (Bg 4.9). “Pārtha, nos três mundos, não há nada que Eu precise fazer, nada que Eu não tenha atingido ou precise atingir. E, ainda assim, ocupo-Me em ação.” (Bg 3.22).

O Senhor Supremo Krishna é o controlador de todos os outros controladores, e Ele é o maior de todos os diversos líderes planetários. Todos estão sob Seu controle. A todas as entidades é designado um poder específico pelo Senhor Supremo; elas próprias não são supremas. As entidades vivas estão sujeitas a seu próprio Karma, porém as atividades de Krishna são livres de karma. Portanto, Ele é transcendental a todas as espécies de líderes e controladores materiais e é adorado por todos. Não há ninguém maior que Ele, e Ele é a causa suprema de todas as causas.

“O Senhor disse:”Tanto tu (Arjuna) quanto Eu passamos por muitos nascimentos, Arjuna. Estou ciente de todos eles; tu não, fustigador de adversários.” (Bg 4.5.13) No Brahma-saṁhitā (5.33), temos informações de Brahma o criador do universo sobre muitas e muitas encarnações do Senhor. Lá se diz: govindam ādi-puruṣaṁ tam ahaṁ bhajāmi. “Eu adoro Govinda [Kṛṣṇa], a Suprema Personalidade de Deus, que é a pessoa original —absoluta, infalível e sem começo. Embora Se expanda em formas ilimitadas, ainda assim, Ele é o original, e embora seja a pessoa mais idosa, Ele sempre Se mostra como um jovem viçoso. Estas formas eternas, bem-aventuradas e oniscientes não podem ser compreendidas por meio da erudição védica, mas elas estão sempre manifestas aos devotos puros.”

Todas as formas múltiplas ou Avataras de Krishna são compreendidas pelos devotos puros e imaculados, mas não por alguém que empreende um mero estudo dos Vedas (vedeṣu durlabham adurlabham ātma-bhaktau). Devotos como Arjuna são companheiros constantes do Senhor, e sempre que o Senhor encarna ou aparece neste mundo, os devotos que se associam com Ele também encarnam para prestar diferentes serviços ao Senhor. Arjuna é um destes devotos, e compreende-se que, há alguns milhões de anos, quando o Senhor Kṛṣṇa já havia falado a Bhagavad-gītā ao deus do Sol, Vivasvān, Arjuna, numa atividade compatível com sua capacidade, também estava presente.

Mas a diferença entre o Senhor e Arjuna é que o Senhor lembrava-Se do incidente, ao passo que Arjuna não conseguia lembrar-se. Esta é a diferença entre a entidade viva que é parte integrante e o Senhor Supremo. Embora seja aqui tratado como herói poderoso que podia subjugar os inimigos, Arjuna é incapaz de lembrar o que acontecera em seus vários nascimentos passados.

No Brahma-saṁhitā o Senhor é descrito como infalível (acyuta), significando que Ele nunca esquece aquilo que faz, mesmo que esteja em contato com a matéria. Portanto, o Senhor e a entidade viva nunca podem ser iguais em todos os aspectos, mesmo que a entidade viva seja tão liberada como Arjuna.

Conseqüentemente, podemos também notar aqui que a entidade viva esquece-se de tudo na hora da morte devido à mudança de corpo, mas o Senhor Se lembra de tudo porque Ele não muda Seu corpo sac-cid-ānanda. Ele é advaita, e isto significa que não há distinção entre Seu corpo e Ele mesmo. Tudo o que tem relação com Ele é espiritual — ao passo que a alma condicionada é diferente de seu corpo material. E porque o corpo e o eu do Senhor são idênticos, Sua posição é sempre diferente daquela da entidade viva comum, mesmo quando Ele desce à plataforma material.

Muito obrigado! Continuaremos este tema na segunda parte deste artigo.


Hare Krishna!


Respeitadas as previsões legais com base na LGPD e direitos da propriedade intelectual informamos que o texto do colaborador não representa a opinião da Instituição.

51 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo