Lakshimi
BAIXA RESOLUÇÃO.jpg

Lakshmi é uma das deusas-mãe da religião hindu. Ela é uma das entidades mais importantes da cultura e religião indiana, pois também está ligada à vida doméstica. Na Índia, as esposas reverenciam essa deusa para garantir um lar harmonioso, próspero e atrair riqueza para a sua família. 

A deusa Lakshmi é retratada como uma bela mulher de pele dourada — símbolo da prosperidade da deusa, que ela traz para seus fiéis — e quatro braços. Normalmente, ela está de pé ou sentada sobre uma enorme flor de lótus. Também é comum haver um ou dois elefantes ao seu lado e jorrando água sobre ela, e frequentemente as imagens trazem o deus Vishnu, seu marido, ao seu lado e massageando os seus pés. 

A forma como a deusa é retratada é cheia de significados para a religião hindu. De uma das suas quatro mãos, jorram moedas de ouro, significando a generosidade infinita da deusa e toda a riqueza que ela pode dar aos seus fiéis. 

Mas isso também se reflete em quem acredita em Lakshmi: o desapego é uma característica muito importante para agradar a ela, e para receber as bênçãos da deusa é fundamental ter compaixão da necessidade alheia e ajudar ao próximo tanto quanto possível. 

A outra mão da deusa está sempre aberta, mostrando que ela está sempre pronta para acolher quem recorre a ela. Lakshmi é como uma mãe, que dá segurança e acolhimento aos seus fiéis. Nas duas outras mãos, ela carrega botões de flores de lótus, que representam a realidade, a consciência e o karma de cada pessoa. Também essas mãos estão em posição de bênção para os seus filhos. 

Lakshmi é sempre representada em uma figura muito simétrica, que representa a justiça e o equilíbrio que ela emana. A lótus de cem pétalas sobre a qual a deusa aparece está relacionada à pureza e ao autocontrole. 

Conheça os outros significados da flor de lótus em nosso artigo: 

Qual o mito famoso da deusa Lakshmi?

Segundo a mitologia hindu, um dos mitos mais importantes é o do renascimento de Lakshmi. Era responsabilidade do deus Indra, da guerra, manter a paz na Terra, protegendo-a dos demônios (asuras). A presença de Lakshmi era a prova de que ele estava tendo sucesso na tarefa. 

Um dia, Indra recebeu de presente de um sábio uma guirlanda de flores sagradas. O deus arrogantemente jogou as flores no chão e irritou a deusa Lakshmi, que se refugiou no oceano de leite. Sem o seu apoio, já não era mais possível afastar os demônios da Terra, que virou um lugar sombrio, onde as pessoas eram avarentas e não faziam mais oferendas e rituais para os deuses. 

Indra recorreu  Vishnu para perguntar como fazer Lakshmi voltar à Terra. Vishnu disse que a única solução seria bater o oceano de leite, até a deusa sair de lá. Os deuses bateram o oceano por mais de mil anos antes que Lakshmi finalmente voltasse para a Terra. Mas, nesse tempo, eles conseguiram outros tesouros, como o elixir da vida, que lhes garantia vida eterna. 

O que fica de mais importante sobre esse mito é a capacidade dos deuses de trabalharem em equipe para alcançarem um objetivo maior. Durante esse processo, eles ainda conquistaram outros benefícios que não estavam previstos inicialmente. 

Outro significado dessa história é como Lakshmi abençoa aqueles que trabalham duro para alcançar um objetivo e procuram ajuda de coração aberto. O mito também traz a mensagem de que, em tempos de sucesso, a pessoa não pode se deixar tomar pela arrogância, ou pode acabar se afastando das outras pessoas à sua volta.