André Luiz
ANDRÉ LUIZ

André Luiz é um nobre Espírito, autor de diversas obras psicografadas por Chico Xavier. Entre elas, Nosso Lar, que é um dos principais romances espíritas publicados até hoje. Com o seu relato, podemos compreender com riqueza de detalhes como é a vida após a morte, inclusive o “lugar de transição” dos espíritos que não souberam aproveitar a oportunidade de evolução na Terra, que, como ele mesmo define no Cap. 12 da referida obra: “uma região destinada a esgotamento de resíduos mentais“. André Luiz, inclusive, dá nome a essas regiões inferiores que, até então, não tinham uma designação: o Umbral. Ainda que essa contribuição tenha sido muito expressiva, ela não foi a única conferida por ele. Outra informação bastante relevante dada em outra obra literária é sobre a glândula pineal. Em 1945, no livro Missionários da Luz, André Luiz revelou que a epífise ou glândula pineal era uma estrutura localizada no centro do cérebro – e responsável pela produção de melatonina. Tal fato só foi confirmado pela ciência mais de uma década depois.

Quem foi André Luiz na Terra?

Sabemos que André Luiz foi um médico em sua última encarnação, e que o nome usado nas obras de Chico Xavier não era o seu verdadeiro. Por suas mensagens, entendemos que ele decidiu permanecer no anonimato porque a existência humana ainda não pode compreender toda a verdade. Ainda assim, há teorias que tentam associá-lo a Oswaldo Cruz e Carlos Chagas e Faustino Monteiro Esposel. André Luiz teria desencarnado em um hospital em decorrência de cirrose hepática e oclusão intestinal. André Luiz passou mais de oito anos no Umbral. Vendo todos os seus feitos, a ida dele às zonas inferiores após o desencarne pode causar espanto. Mas a verdade é que André Luiz cometeu muitos erros em sua encarnação e foi considerado um suicida mesmo sem ter atentado diretamente contra a própria vida. 

Ele foi considerado um suicida por excessos na alimentação, abuso de bebidas alcoólicas e outros hábitos ruins sustentados durante a vida terrena. O suicídio não é somente caracterizado pelo atentado fatal contra o corpo de maneira consciente. É também uma ação inconsciente, que ocorre por uma sucessão de maus hábitos. Chico Xavier publicou diversos livros com a autoria de André Luiz. Segundo ele, um dia o espírito de André Luiz se manifestou e disse que escreveriam alguns livros juntos. Chico, então, perguntou qual seria o nome assinado nas obras. O espírito escolheu André Luiz, mesmo nome do meio-irmão de Chico Xavier. Foi a Chico Xavier que André Luiz revelou ter sido um médico sanitarista conhecido no Rio de Janeiro no início do século XX. Somente com o intermédio de Chico Xavier para uma coleção intitulada A Vida no Mundo Espiritual, André Luiz publicou 13 livros. Além desses, o espírito escreveu outras obras com Chico e mais algumas com outros médiuns.

Fonte: https://conteudoespirita.com