O deleite do amor – Clicar

 

123

O deleite do Amor

Como uma proporção inimaginável
Aplaca o coração com todo seu ardor
Superando muitas vezes o improvável
Transpõe o muro para revelar o amor

Nele nós encontramos novos motivos
Como também uma nova expectativa
Pode ser a força para nos manter vivos
Como pode ser a razão da própria vida

Na sua expressão maior é todo céu
Coberto pelas suas estrelas brilhantes
No sabor o comparamos com o mel
Para eternidade são alguns instantes

Para o Criador a sua própria forma
Convertida no mais puro sentimento
Porém a consciência sempre nos cobra
Como parte do nosso adiantamento

Temos uma certeza dos benefícios
Que o amor pode trazer para um ser
Mas ele pode gerar muitos malefícios
Se cada um aqui não o compreender

André Luiz

Psicografado por Wagner Fiengo  09/09/2017